Embarque, treinamento e conhecendo a host family

Tensão pré-embarque

Depois de ter a data definida do embarque, eu fiquei consumida por um sentimento de hesitação. Eu não podia sequer ouvir falar em China ou intercâmbio que eu ja dava um jeito de mudar de assunto.

Comecei a repensar minhas escolhas, fiquei morrendo de medo que minha kid não gostasse de mim ou que eu não me adaptasse com o estilo de vida da familia e uma série de outras coisas que pudessem dar errado. So aí me dei conta da grandiosidade dessa decisão. Nós, au pairs, somos guerreiros (as)! Temos obrigação de ficar muito orgulhosos por tomar (ou ter tomado) tal decisão.

Só comecei a ficar realmente animada uma semana antes de embarcar quando eu fui atéo aeroporto, na ANVISA, para fazer minha carteira internacional de vacinação! Deve ter sido o ambiente, mas mesmo assim, continuava não me sentindo confortável ao entrar no assunto.

E também, bem na verdade mesmo, eu estava é desacreditada (lol). Porque, pra mim, a oportunidade de morar na China sempre me pareceu boa demais pra ser verdade. Até hoje, quando me dou conta que estou em terras chinesas me pego rindo sozinha (é sério). <3

Embarque

01 

Porto Alegre – Sao Paulo: 16/01/2016, 11:55 – 13:35

Fiquei 14 horas de molho no aeroporto de Guarulhos, porque o embarque “de verdade” era de SP.

Sao Paulo (GRU) – Addis Ababa (Etiopia): 17/01/2016, 03:30 – 21:08

Addis Ababa – Shanghai (Pudong): 18/01/2016, 00:10 – 15:40

02

Foram praticamente três dias de viagem!

Ao chegar no Aeroporto Internacional de Pudong, em Shanghai, a Lin (da agência) estava me esperando. Pegamos o metrô e fomos direto para o Shanghai Soho International Youth Hostel! No meu quarto haviam outras duas au pairs, uma da Itália e outra dos Estados Unidos, mas eu fui a primeira a chegar. (Recomendação #1: quem está pensando em turistar em SH, super recomendo esse hostel! É bonito, aconchegante, a vizinhança é bonita e fica próximo a estação de metrô Xinzha Road).

03

Com essa agência funciona assim: se sua host family mora em Shanghai, você vai direto pra casa da família e tem o treinamento enquanto cumpre seu schedule! Para as hosts families que moram fora de SH (o que é meu caso e das outras duas au pairs que ficaram no meu quarto), as au pairs ficam hospedadas em SH, e apenas apos o treinamento vão conhecer a familia (assim como acontece nos EUA).

Treinamento

O treinamento foi do dia 20/01/2016 a 22/01/2016 (quarta, quinta e sexta). Este foi realizado no escritório da própria agencia e a própria equipe nos auxiliou e realizou a programação. Havia apenas sete au pairs (três da Italia, duas dos Estados Unidos, uma da Africa do Sul e eu).

Assim que chegamos recebemos um “Guia de sobrevivência na China”, que foi a base da orientação. Toda a programação não foi cumprida (risos). Foi tudo muito simples e foi mais um bate-papo do que um treinamento em si. Mas ainda assim foi muito interessante porque tivemos a oportunidade de dar uma voltinha por SH e conhecer outras pessoas!

Resumidamente, os temas abordados durante os três dias: aula básica de mandarim (cumprimentos, como se apresentar para alguém e como fazer pedidos no restaurante), como passar tempo com as crianças e dicas para ensinar inglês a elas de maneira eficaz, aspectos culturais e peculiaridades do país, como funciona nosso seguro saúde, primeiros socorros e números de emergencia.

Primeiros dias com a host family

04 

Cheguei sábado (23/01) em Hangzhou. A hosta foi me buscar na estacao de trem (HZ fica apenas a 165 km de SH) e pegamos o metrô para ir pra casa. Minha host kid estava saindo quando chegamos (tinha aula de piano), a sogra dela e uma sobrinha também estavam lá fazendo uma visita. Almocei com a hosta e saímos para fazer compras. Foi bom porque deu uma descontraída e quebrou aquele climão de primeiro contato.

Os primeiros dias são meio estranhos, mas ainda assim foram muito melhores do que eu imaginava (rs), a hosta é super mente aberta e adora conversar. Não tenho muito contato com o host, ate mesmo porque o ingles dele e bem básico. Então a hosta é quem decide tudo (a verdadeira chefa ahaha)! Qualquer coisa (qualquer coisa mesmo) que eu precise, vou direto conversar com ela. Minha kid é muito mimada e, as vezes, difícil de lidar (já passei vários apuros haha) mas quando ela quer ela sabe ser um amorzinho. Mas a essa altura da vida ja estou lidando muito bem com essa menina.

O mais legal de tudo é que eu super me sinto em casa. Posso não ter a melhor relação do mundo com os hosts, e apesar de estranhar alguns comportamentos, nos entendemos bem e estou muito satisfeita por eles estarem me hospedando – espero que continue assim!

Já estou quase completando dois meses nessa terra maravilhosas e espero compartilhar muitas aventuras interessantes com vocês!

Nos vemos nos próximos posts!

Dreka.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s